sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Bases, Comportamento e Sucesso


Os “cases” de sucessos profissionais estão sempre sendo alavancados pela solidez das bases pessoais, e mais do que conhecimento, entendimento e uso, o grande diferencial vem do lado ativo que consegue acionar a roda para que sua rotação atinja a capacidade de produzir aquilo que estamos pensando.
Toda insegurança é no fundo decorrente da ausência de um plano que guie na direção dos sonhos, pois afinal no resumo dos negócios, mesmo quando estruturamos adequadamente nossos dias seguintes, temos como principal desafio, o de fazer cumprir o que traçamos e nisso mais do que seguir a rotina, dependeremos de mentes de bem com a vida para o exercício diário e o enfrentamento das variações que temos que exercer para as superações.

Não se mede sucesso pelo volume dos resultados, mas pela felicidade quando o mínimo conquistado já nos faz valer uma festa todo dia. Assim o maior termômetro indicador da nossa satisfação vem da forma estruturada do como absorvemos o lado positivo do que enfrentamos, entendendo sempre que as coisas ruins para que sejam substituídas sempre vão depender do tempo e preparação de um clima que justifique a própria iniciativa pela mudança.
Nesse sentido é fácil pensar o quanto é importante o nosso encontro interior, para que possamos ter um casamento sustentável entre o que visualizamos como futuro e o acumular de energia para a solidificação dos valores que deveremos conter, e assim rechear de razões para justificar o quanto da importância da inovação dos dribles para que a bola resulte em gols.
O comportamento humano é a chave de êxito para a condução das ações e conquistas de resultados, ao longo das dificuldades normais encontradas nos percursos das nossas atividades.
O poder da solução desse equilíbrio, que adicionados ao tempo e esforço dedicado a rotina operacional, está nos espaços que devemos reservar pela buscas dos restabelecimentos dos adicionais do prazer e positivismo.
Afinal em comum, nosso negócio é viver com amplitude e para tanto temos que gerar respostas que qualifiquem as relações com entendimento, transparência e energia em adição a lógica e a precisão das nossas atitudes.

Sergio Dal Sasso - LiderNato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.