quarta-feira, 29 de junho de 2011

Emprego de Carteira assinada em baixa

Pelo quinto mês consecutivo, o emprego com carteira tem saldo negativo no Rio Grande do Norte. Em maio, a diferença entre admissões e desligamentos resultou no fechamento de 155 vagas de trabalho, correspondendo a um recuo de 0,04% no estoque de empregados.


O maior volume de contratações foi verificado em Comércio e serviços, enquanto a indústria apresentou o pior resultado, ao liquidar 373 vínculos contratuais.
A Construção Civil continua suavizando a desaceleração da indústria ao longo do ano e liderando as contratações. Em maio, o setor criou 383 novos vínculos contratuais e 1039 nos cinco primeiros meses do ano.Por outro lado, a cadeia de Têxteis/Vestuário foi quem mais contribuiu para a retração nas contratações industriais, cortando 773 empregos no mês.No acumulado janeiro-maio, o saldo das contratações formais no estado foi negativo em 1.952 vagas de trabalho. Porém o balanço da indústria foi ainda pior, com 2.677 empregos a menos.Com o balanço até maio, o total de empregados formais na indústria norte-rio-grandense pode ser estimado em 125.494 pessoas, o equivalente a 22% de um total de 573.074 pessoas formalmente ocupadas em todas as atividades.

Fonte: Unidade de Economia e Estatística da FIERN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.